Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Pêro da Ponta do Pargo em festa

por Agricultando, em 14.10.07

Este texto foi publicado no dia 9 de Setembro de 2007, na Revista do Diário de Notícias, uma semana antes da realização da XXIII Festa do Pêro, que decorreu na freguesia da Ponta do Pargo (Concelho da Calheta), nos dias 15 e 16 de Setembro. Aqui fica um excerto: "O Pêro da Ponta do Pargo é conhecido pelo seu aroma inconfundível e muito agradável, sendo que a sua polpa é de sabor único e de textura ligeiramente farinhenta. (...) Já o Engenheiro Joaquim Vieira Natividade (1899-1968), ilustre agrónomo e silvicultor, natural de Alcobaça, considerado o ‘pai’ da fruticultura contemporânea portuguesa, nos seus diversos escritos sobre os produtos agrícolas madeirenses, destacava sempre as características singulares do Pêro da Ponta do Pargo, tendo mesmo afirmado que “... Aqui [referindo-se à Ponta do Pargo] deve ter tido origem a maçã de mais valimento, do ponto de vista comercial, da série infindável dos peros madeirenses, e que se encontra hoje mais ou menos disseminada por toda a Ilha: o pero ‘da Ponta do Pargo’ que tem uma variada sinonímia: ‘Rajado da Ponta do Pargo’, ‘Riscado’, ‘Da Josefa do Lombo’, etc., e que se distingue pelo belo colorido e atraente aspecto...” (in Fomento da Fruticultura na Madeira, 1947, pág. 80)."

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:07



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Outubro 2007

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!