Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Em busca de algo mais nutritivo

por Agricultando, em 23.02.20

Este texto foi publicado no Diário de Notícias, no dia 23 de Fevereiro de 2020.

Desde tempos muito antigos, que o uso de rebentos na alimentação do Homem é uma realidade. A Bíblia e culturas dos Continentes Americano e Asiático já mencionavam as propriedades alimentares e medicinais dos rebentos, que são o resultado da germinação de sementes. No século XVIII, o conhecido Capitão James Cook, entre 1772 e 1775, ordenou que se incluísse o limão e algumas variedades de rebentos na alimentação das tripulações, por serem ricas em vitamina C, e assim, poderem evitar a doença do escorbuto. Mais recentemente, e um pouco por todo o mundo, estes germinados são cada vez mais familiares pois além da sua produção ser muito rápida e de poder ser feita em pequenos espaços, são muito nutritivos. Todo este saber-fazer foi aproveitado pela Engenheira Agrícola Ana Ghira, que há uns anos, por motivos familiares, precisava de alimentos bastante nutritivos que proporcionassem um desenvolvimento harmonioso a um filho que estava para nascer, mas que teimava em não crescer no seu ventre, no devido tempo. Determinada, como é seu timbre, esta Colega da Direcção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (DRA) pertencente à Secretaria Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural (SRA), cedo se empenhou em saber mais sobre este universo dos rebentos e das plantas jovens até então desconhecido. Surge por isso, em meados desta década, o projecto "Semear Saúde, Colher Sorrisos" que é partilhado entre a Associação de Desenvolvimento da Costa Norte da Madeira (ADENORMA) e a SRA através da DRA. O principal propósito era motivar as crianças e adolescentes para o consumo de rebentos, envolvendo-os na difusão, produção e na sua generalização pelas cantinas escolares e em casa dos jovens, por meio de um germinador individual que era entregue. Em 2015, é lançado o "Germinador Sorrisos" com um manual de instruções e dois pacotes de sementes, seguindo-se em 2016, 2017 e 2018, a inclusão de sementes de rábano, dos germinadores "Germinador Canguru Sorrisos" e "Colher Sorrisos num Frasquinho" (reutilizado), respectivamente. Até ao presente chegou a cerca de 70 escolas da Região e a mais de 4.000 alunos. Como consequência de todo este trabalho realizado nos últimos anos, havia a necessidade de compilar a informação técnica e científica, entretanto concretizada, numa única publicação, que fosse acessível a todos quantos se pudessem interessar por este peculiar cultivo. Essa obra chama-se "Manual de Produção de Rebentos e Plantas Jovens".

manual_rebentos_plantas_jovens_DR_blogue.jpg

(Direitos Reservados)

Numa edição do Governo Regional da Madeira através da SRA apresentada no passado dia 17 de Janeiro, o "Manual de Produção de Rebentos e Plantas Jovens" integra a Colecção "Deméter". Coordenada pela Engenheira Ana Ghira e autoria partilhada com a Dr.ª Natália Silva, este livro com uma tiragem de 1.000 exemplares (de que restam poucos livros), contém 188 páginas profusamente ilustradas com fotografia de Miguel Lira, um apelativo grafismo d’ "AMeio", uma introdução assinada pelo Director Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, Engenheiro Paulo Santos e prefaciado pelo Presidente da Direcção da ADENORMA, Dr. José Medeiros Gaspar. Apresenta 11 capítulos: "Conceitos", "Breve resenha histórica sobre os rebentos", "Processo germinativo", "Condições gerais da germinação", "As sementes para a produção de rebentos e plantas jovens", "Higiene e segurança na produção de rebentos", "Métodos de germinação", "Pontos críticos na produção de rebentos e plantas jovens", "Importância do consumo de rebentos na alimentação", "Como usar os rebentos e plantas jovens na nossa alimentação" e "Como produzir rebentos e plantas jovens". O consumo de rebentos e plantas jovens, pelas reservas de energia nutritiva existentes e pela sua riqueza em proteínas, vitaminas e sais minerais, são alimentos recomendados para todas as idades e ocasiões, quer transformados em sumos ou incorporados em saladas, quer crus ou cozidos. Na publicação, são indicadas 11 sugestões culinárias preparadas pelos Chefes de Cozinha Octávio Freitas, Luísa Castro, João Manuel Luz, Luís Pestana, Yves Gautier e pelas suas autoras. E há muito por onde escolher, pois é possível recorrer a 40 variedades de sementes que, ao germinar, darão origem a rebentos e plantas jovens, com aparência, aroma, sabor e textura característicos.

Se se interessou por este tema e pretende obter o Manual em apreço, tornando a sua alimentação mais viva e saudável, saiba que a SRA disponibilizará brevemente uma versão em suporte digital.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:57


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Fevereiro 2020

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2007
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!