Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A cebola do Caniço

por Agricultando, em 12.05.08

Este texto foi publicado no dia 11 de Maio de 2008, na revista "Mais" do Diário de Notícias. Na Madeira ao ouvirmos falar de cebola, lembramo-nos sempre do Caniço. De 16 a 18 de Maio, realiza-se a 11.ª Festa da Cebola em pleno centro desta jovem cidade do concelho de Santa Cruz. Organizada pelo Grupo Musical e Cultural dos Reis Magos, com o apoio da Casa do Povo e da Junta de Freguesia locais, bem como da Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais tem como intuito, divulgar este produto agrícola de excelência e enaltecer o trabalho realizado pelo agricultor. Apesar do evidente crescimento populacional e habitacional verificado nos últimos anos, o Caniço ainda mantém algumas áreas agrícolas bem definidas e preservadas. Neste certame, o cortejo alegórico alusivo à cebola, é considerado o seu ponto alto, pois a criatividade e originalidade dos carros alegóricos e dos figurantes, merece uma especial atenção do visitante. Durante esses três dias pode apreciar as iguarias feitas com cebola e adquirir cebola de elevada qualidade. A data de introdução deste bolbo no arquipélago é desconhecida, mas é cultivada há muito tempo, na Madeira e no Porto Santo. O concelho de Santa Cruz é o que concentra grande parte da produção. O ciclo cultural começa com a sementeira em canteiros, para se obter as plântulas de cebola ou o "cebolinho", como é conhecido entre nós. Nas zonas de baixa altitude, a plantação ocorre normalmente em Dezembro e a colheita entre Abril e Maio, sendo essa cebola chamada "do cedo" ou temporã. Nas zonas de média a alta altitude, a plantação efectua-se de uma forma geral entre Fevereiro e Março e, a apanha entre Junho e Julho, sendo essa cebola denominada "do tarde" ou serôdia. Em termos fitossanitários, aparecem casualmente, doenças como o míldio e podridões dos bolbos provocadas por bactérias e fungos. Actualmente, a cebola é comercializada avulso ou em sacos de manga-rede, mas na nossa terra é frequente comprar os tradicionais "cabos" de cebola, que são as folhas secas entrançadas com os bolbos. As variedades regionais mais importantes são a "Cebola Vermelha da Camacha", a "Cebola Branca do Caniço", a "Pião" e a "Bujanico". A "Garrafal" e a "Valenciana", foram introduzidas na Região na década de 30 do século passado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:50



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Maio 2008

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!