Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A couve

por Agricultando, em 03.03.08

Este texto foi publicado no dia 2 de Março de 2008, na revista "Mais" do Diário de Notícias. A origem da couve é predominantemente europeia, das costas ocidental e do mediterrâneo, sendo que, alguns tipos desta hortícola são provenientes da Ásia Menor. Há uma grande diversidade de couves como a couve galega, a couve repolho, a couve tronchuda ou "Couve de Portugal", como é designada internacionalmente, a couve-flor, o brócolo, a couve lombarda, a couve-de-bruxelas, a couve rábano, entre outras. As mais comuns na Madeira são a couve galega que produz folhas, a couve repolho que produz a "cabeça" e a couve-flor. A introdução na Região terá ocorrido possivelmente aquando do povoamento. A obra "As Saudades da Terra" de Gaspar Frutuoso dos finais do século XVI, que recentemente foi reeditada pela Empresa Municipal "Funchal 500 anos" e, o "Elucidário Madeirense" do Pe. Fernando Augusto da Silva e Carlos Azevedo de Meneses referem que, esta hortícola existia em grande abundância. Actualmente, há couves durante todo o ano e em todos os concelhos. Têm preferência por climas frescos e húmidos. Por isso, as couves da Camacha (do sítio de João Frino) e do Santo da Serra são muito apreciadas e procuradas. No terrreno, podemos ter couve em exclusivo (estreme) ou com outras culturas (consociação) como a batata doce, o feijão, entre outras. Encontram-se também couves nas bordaduras dos nossos "poios", para o aproveitamento máximo da terra arável. No inverno e na primavera, surgem os "espigos" que são as inflorescências tenras da couve. Na gastronomia madeirense, é uma hortícola muito usada. Quem não gosta de saborear o milho com tiras de couve cozido ou frito, uns "espigos" num cozido, um caldo verde, uma sopa de couve? Na alimentação animal é frequente, dar-se as folhas de couve mais velhas a animais de criação, como galinhas, coelhos, porcos, entre outros.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:22


2 comentários

Sem imagem de perfil

De andreia a 19.06.2012 às 16:16

boa tarde Eng. Leça

Antes de mais gostaria de agradeçer pelo excelente site e pelos artigos publicados

Gostaria de saber como arranjar um calendario horticola ou se existe algum documento que me possa auxiliar nas épocas de plantação das culturas para a R.A.M. Já experimentei o sitte da sir-madeira mas não esta operacional.

com os melhores cumprimentos
andreia_andrade@portugalmail.pt
Imagem de perfil

De Agricultando a 23.06.2012 às 14:52

Cara Andreia,

Obrigado pelas suas palavras ao blogue e ao Agricultando. Sugiro que contacte a Divisão de Horticultura (291943185) das 9h00 às 16h00 e peça a informação que pretende. Tenho a certeza que lá encontrará aquilo que necessita.
Cumprimentos.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Março 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!