Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Um modelo na arte de bem servir

por Agricultando, em 27.10.13

Este texto foi publicado no dia 27 de Outubro de 2013, na revista "Mais" do Diário de Notícias.

A manutenção da paisagem agrícola madeirense passa pelo consumo dos nossos produtos agrícolas que se sucedem ciclicamente no decorrer das estações. O Agricultor cultiva a terra, para dela tirar o seu rendimento e para fornecer frutas e verduras ao comprador que por sua vez irá vendê-las ao retalhista ou ao consumidor final, a mim e a si, caro leitor. Pode parecer pouco, mas quanto mais hortofrutícolas regionais compramos para o nosso dia-a-dia e quando desfrutamos de uma refeição confeccionada com produtos locais num restaurante numa ocasião especial, estamos a contribuir para que a agricultura regional continue a ter um importante papel socioeconómico na Região e na principal actividade económica, o turismo. Gostamos de saber que os ingredientes que compõem as especialidades em casa ou num restaurante/hotel, são nossos, são de cá. O sabor e a qualidade são logo perceptíveis, dizemos mesmo, “ah, tem o gostinho que é só nosso!”. É claro que nem sempre os produtos da terra são acessíveis pelo preço, dadas as diminutas área agrícola disponível e consequente produção. Porém, o somatório dessas pequenas produções, quando concentradas comercialmente, surgem nos pontos de venda a preços justos, quer para o produtor, quer para o consumidor final. Com este gesto de dar preferência ao que é regional, fixamos as populações rurais e dinamizamos a economia, criando riqueza entre nós, neste e noutros sectores, como é o caso de alguns exemplos da hotelaria e restauração regionais.  O Restaurante O Clássico (telefone 291774111, com página no facebook), situado no Hotel Duas Torres, na Estrada Monumental, freguesia de São Martinho, concelho do Funchal, então propriedade dos sócios Eleutério Azevedo e Ilídio Freitas começou a sua actividade em 1998. Em Setembro de 2001, o Chefe de Cozinha Manuel Trindade juntou-se a esta sociedade e aí continuou até ao presente. O nome desta casa foi inspirado na arte de bem servir e no requinte do atendimento. E isso é constatado nas entradas mais populares, abacate com camarão ou mango com salmão fumado. Nos pratos principais e sempre que é possível, o peixe fresco como o bodião, a garoupa ou o cherne grelhados marcam presença na ementa. Como sugestões do Chefe e para duas pessoas, um polvo assado com arroz do mesmo ou um arroz de cherne, irão trazer-lhe aromas e sabores inesquecíveis à sua mesa. Nas escolhas de carne, um arroz de pato ou um tornedó com cogumelos acompanhado de batata salteada, batata doce e verduras, são iguarias com que pode contar. Para quem não resiste a uma sobremesa, recomenda-se a "cassata" de chocolate e amêndoa torrada apresentada com chocolate quente ou o omnipresente pudim de maracujá. Um apontamento final de apreço pelo menu incluir as frutas locais da estação como a anona que aparece nesta altura do ano ou a uva americana no Verão ou a cereja no final da Primavera. Como se vê, aqui a predilecção pelos produtos regionais pela sua frescura e qualidade está sempre presente, quer nos frutícolas, quer nos hortícolas como a vaginha (regionalismo para feijão verde), a couve, os espinafres para preparar o esparregado, a cebola, a batata doce, a semilha (regionalismo para batata), entre outros, sem esquecer o peixe fresco que é capturado nos nossos mares.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:07



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!