Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Desfrutar um pouco mais do Porto Santo

por Agricultando, em 30.07.17

Este texto foi publicado no dia 30 de Julho de 2017, no Diário de Notícias.

Ao longo do tempo tenho defendido o consumo dos produtos agrícolas locais como forma de preservar a paisagem agrícola ou a paisagem cultural, pois os terrenos cultivados só existem, se houver quem adquira e valorize aquilo que a terra dá. Se para a Madeira isso é relevante, para o Porto Santo ainda o é mais, dada a sua exiguidade territorial. Apesar disso, é consensual que os hortofrutícolas produzidos na Ilha Dourada têm outro sabor devido às condições climatéricas e de solo, e ao saber-fazer do Agricultor. Por outro lado, as produções são diminutas e dispersas, o que dificulta a sua comercialização. Ora, uma forma de ultrapassar essa limitação é ter por exemplo um estabelecimento comercial, que ofereça algo autêntico, da Ilha, quer em fresco, quer através de derivados. O Bar 3 V’s de Fátima e José Diogo localizado no centro da Vila Baleira e próximo da Igreja matriz é um espaço que abrange a produção agrícola, a transformação artesanal e a consequente venda. Reza a história que em Agosto de 1950, quando José Góis Mendonça mudou-se para aquele lugar, deixando um outro à entrada do cais, onde agora está o Padrão dos Descobrimentos (também conhecido como "Pau de Sabão"), era muito procurado na hora da missa pelos homens que ali iam beber vinhos de excelência. O padre ao aperceber-se desta situação e numa das suas fastidiosas homilias lá disse que “aqueles desgraçados, em vez de ficarem aqui, vão para aquele Inferno”. E assim a taberna ficou conhecida como "Inferno". Na década de 80 do século passado, José Diogo, Professor de Educação Tecnológica do 3.º Ciclo actualmente aposentado quis dar continuidade ao negócio da família, procedendo à ampliação e à introdução de bebidas como a original sangria com Vinho do Porto Santo. No Verão de 2011, com a ajuda da sua esposa que também é Docente de Educação Tecnológica, remodela o bar e atribui o nome de 3 V’s, que significa Vinho, Vinha e Volta, porque ao tomar um copo de vinho do Porto Santo acompanhado de petiscos com familiares ou amigos num ambiente acolhedor, vai querer certamente regressar!

O casal Diogo, ele natural da freguesia do Faial a residir no Porto Santo há quase 40 anos e ela nascida em Angola, têm a Ilha Dourada nos seus corações, por ser parte importante das suas vidas, e o Bar 3 V’s tornou-se uma forte razão para manter essa ligação ainda mais próxima. Na época devida pode apreciar as uvas branca e moscatel. Nos vinhos, pode escolher entre os de mesa, branco, tinto e moscatel, e os generosos como os moscatéis de 10 anos, seco, meio seco e doce ou o meio doce tradicional de 30 anos. Nos transformados, as compotas de uva, de uva e vinho do Porto Santo, de abóbora e laranja, de figo, de maracujá e tabaibo. Nas geleias, a de figo, a de tabaibo, com destaque para a de vinho do Porto Santo com aroma e sabor distintos, e ainda os figos em calda. Como ingrediente diferente faz-se a farinha de grainha da uva, que é utilizada na confecção de um delicioso pão que acompanha os petiscos e em broas, bem como em sabonetes com essências naturais e vinho do Porto Santo, dadas as suas propriedades cosméticas. E para os apreciadores de temperos picantes, têm à sua disposição o "gindungo" composto por pimentas, que é intenso e aromático e está pronto a usar. Nos petiscos, o atum salpresado, o gaiado em mar de azeite, o polvo de escabeche, as moelas em molho de tomate e especiarias, a carne de vinho e alhos, os queijos, os enchidos, as ameijoas, o mexilhão, o camarão são cozinhados pelos proprietários à moda da casa. E uma vez que nesta casa os produtos agrícolas são de produção própria, é possível visitar as vinhas numa área de um hectare, onde se cultiva uvas de mesa para consumo em fresco e para a elaboração de doces e geleias, e uvas para a produção de vinho com as castas ‘Caracol’ e ‘Moscatel’, bem como a adega, desde que se agende previamente.

Ao Bar 3 V’s vêm os locais, os regionais, os nacionais e os estrangeiros, na época de Verão, de Junho a finais de Setembro, das 10 horas da manhã até às 2 horas da madrugada. Porque a genuinidade é querida por aqueles que independentemente da sua origem, apreciam o que é diverso, o que é bom! Se é o seu caso, e está ou vai ao Porto Santo, não hesite, visite o 3 V’s!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:28


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!