Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A apicultura

por Agricultando, em 23.11.08

Este texto foi publicado no dia 23 de Novembro de 2008, na revista "Mais" do Diário de Notícias. A apicultura é a arte de criar abelhas e de aproveitar os seus produtos. Este insecto simpático e muito organizado "dá-nos" mel, pólen, própolis, geleia real, veneno, entre outros e promove a polinização de muitas culturas hortícolas e frutícolas, com ganhos evidentes para o agricultor. Esta actividade é desempenhada por muitos agricultores madeirenses, pois a mesma reveste-se de um importante complemento para a agricultura e para o orçamento familiar. Em termos de sanidade apícola, este insecto é afectado principalmente pela varroose, provocada por um pequeno ácaro, que surgiu na Madeira há cerca de 6 a 7 anos e que na sequência de tratamentos anuais para controlá-la, está estabilizada. Cabe aqui sublinhar que um maneio assíduo e cuidado do apiário, que é o conjunto das colmeias, previne o aparecimento de outras pragas e doenças. Mas o momento mais especial numa colmeia, é a colheita do mel, que se denomina de cresta. Para "obtê-lo", utiliza-se um extractor que actua por centrifugação. A Direcção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, dispõe de técnicos que, nesta época colaboram com os interessados nas crestas e ao longo do ano, a nível de assistência técnica. A Região, graças ao seu relevo, clima e flora, proporciona diferentes méis, de grande qualidade e que são muito apreciados. Pode considerar-se cinco tipos de méis, consoante a sua proveniência geográfica: litoral norte, litoral sul, montanha, Laurissilva e do Porto Santo. A maioria são multiflora, ou seja, derivam de várias espécies espontâneas, agrícolas ou florestais.  Para além do seu consumo só por si, como medicamento natural, é utilizado na doçaria, bem como no nosso tradicional "cocktail", a poncha. Em 2007, a produção regional de mel foi de 40 toneladas, estando o sector em expansão, sobretudo pelo aumento de colmeias por apicultor. Existe uma única cooperativa de apicultores, a Apimadeira, que conta com 283 associados e 2500 colmeias, representando mais de 85% do total de apicultores. Esta cooperativa presta apoio técnico e comercial aos sócios e aposta na divulgação junto das escolas, nos diferentes níveis de ensino, marcando presença em certames e feiras agrícolas que se realizam por toda a ilha. No dia 7 de Dezembro, no salão paroquial da freguesia dos Canhas, concelho da Ponta do Sol, celebra-se a Festa de Santo Ambrósio. Nesse dia, realizam-se algumas iniciativas como a eucaristia em devoção ao santo padroeiro dos apicultores, uma palestra técnica e um convívio entre os homens e mulheres que se dedicam a esta nobre actividade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:27

"Madeira Agrícola"

por Agricultando, em 09.11.08

Este texto foi publicado no dia 9 de Novembro de 2008, na revista "Mais" do Diário de Notícias. A "Madeira Agrícola" é uma iniciativa conjunta da Associação Santana Cidade Solidária e da Associação de Jovens Agricultores da Madeira e do Porto Santo, no âmbito do programa comunitário Interreg IIIB, Madeira, Açores e Canárias. Conta também com o apoio da Secretaria Regional do Ambiente e dos Recursos Naturais através da Direcção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural. Os objectivos deste projecto passam, por ajudar o agricultor de pequena dimensão, a escoar as suas produções ao melhor preço de mercado, fomentar a diversidade agrícola para ir de encontro às necessidades das grandes superfícies da Região e do consumidor e, ser pago no próprio dia em que vende os seus produtos agrícolas. Potenciar a produção agro-pecuária regional, incentivar a criação de empresas ligadas ao sector, promover as boas práticas agrícolas e regular as produções agrícolas para proveito do agricultor, são outras das metas a alcançar. É sabido que a nossa agricultura, grosso modo, é de origem familiar, isto é, a mão-de-obra é o próprio proprietário e o seu agregado familiar e, os terrenos são de pequena dimensão e dispersos. Em suma, a "Madeira Agrícola" quer concentrar as pequenas produções agrícolas, para que tenha um volume de produção significativo, que justifique o interesse por parte do mercado, estabelecendo o elo entre a produção e a comercialização. Neste momento, a "Madeira Agrícola" tem na sua "carteira de clientes", 60 a 70 "pequenos" agricultores, que produzem essencialmente hortícolas. O apoio logístico de recolha, normalização e embalamento destes produtos, é realizado pelo Centro de Abastecimento Agrícola de Santana (CASAN), mais conhecido por "Mercado de Santana". Começou-se no concelho de Santana, mas a médio e longo prazo é pretensão dos promotores, expandi-la a toda a Região. Este projecto e outros semelhantes a este, que existem na Região, só terão sucesso, se todos nós, consumidores, comprarmos as nossas hortícolas, as frutas, as flores, o vinho, o mel-de-cana, o mel, a excelente doçaria, o pão, entre outros. É tempo de criar mais riqueza entre nós, porque ao adquirirmos produtos madeirenses, estamos a contribuir para o fortalecimento da economia regional, para o bem-estar e qualidade de vida de todos, que resulta num efeito multiplicador positivo, quer para o residente quer para o turista, que procura sempre na gastronomia local, na paisagem agrícola humanizada “aquilo que a terra (leia-se Madeira) dá”.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:41


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Novembro 2008

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!