Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




As maçãs "Barral" e "Cara de Dama"

por Agricultando, em 20.09.09

Este texto foi publicado no dia 20 de Setembro de 2009, na revista "Mais" do Diário de Notícias. No dia 9 de Setembro, completaram-se dois anos deste espaço de opinião quinzenal sobre Agricultura madeirense. O "Agricultando" de hoje é a respeito de duas variedades regionais de maçã, "Barral" e "Cara de Dama". Na Madeira, a macieira encontra as melhores condições de produção entre os 400 e os 850 metros de altitude na costa sul e na vertente norte, entre os 350 e os 750 metros de altitude. No presente, apesar da importação maciça de maçãs e da oferta local escassa, é cada vez mais importante, proteger as nossas variedades de macieira. Estas têm um aroma, sabor e textura diferentes daquelas que vêm do exterior, tendo por isso, muita procura. Além disso, estão bem adaptadas ao nosso clima, produzindo bastante e apresentando rusticidade, no que se refere às pragas e às doenças. No livro "Fomento da Fruticultura na Madeira" de 1947 do Professor Engenheiro Joaquim Vieira Natividade, a "Barral" e a "Cara de Dama" são assinaladas como pertencentes, provavelmente a tipos de maçãs inglesas. Este distinto agrónomo relata que “(...), é a "Barral", que supomos pertencer ao tipo "Bramley", (...), uma das mais populares "culinary apples" de Inglaterra, bastante vigorosa, rústica, produtiva e resistente ao fusicládio [pedrado], introduzida há muito na Ilha pelos ingleses”. Acrescenta que “além desta e, mais ou menos generalizadas [mencionando outras variedades], encontram-se a "Cara de Dama" (possivelmente a "Blenheim Orange", outra variedade popular em Inglaterra)”. Ao longo dos tempos, estas variedades ambientaram-se às condições edafo-climáticas locais e ganharam características organolépticas próprias, considerando-se por isso, regionais. A "Barral" é muito aromática, de casca amarelo-esverdeada e o seu aspecto sugere a "Reineta" verde. A "Cara de Dama" é amarelo-rosada e tem forma achatada. A colheita destas maçãs decorre em Outubro e Novembro. As duas têm um bom poder de conservação,mantendo-se em bom estado à temperatura ambiente durante quatro a cinco meses ou por um período maior, com recurso a câmaras frigoríficas. Noutro tempo, as freguesias do Santo da Serra, Camacha, Monte, Jardim da Serra, Canhas e Ponta do Pargo, eram apontadas como localidades produtoras da "Barral", enquanto que a "Cara de Dama" cultivava-se sobretudo no Santo da Serra. Nos nossos dias, existem em toda a Ilha, pois são recomendadas, quer pelos serviços da Direcção Regional de Agricultura e Desenvolvimento Rural, quer pela Associação de Agricultores da Madeira, no âmbito do Germobanco Agrícola. A continuidade da existência destas e doutras variedades regionais de macieira, passa pelo consumo em fresco e pelos derivados como o "doce" (compota), o bolo, a tarte, a sidra e o vinagre de sidra. Como já foi atrás referido, ainda é possível encontrá-las à venda, em quantidades reduzidas face à importação. Contudo, se recuperarmos o hábito de comprar pêros e maçãs madeirenses, estaremos a contribuir, não só para a sua preservação, mas acima de tudo, para a manutenção do meio rural.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:18



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Setembro 2009

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!