Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O physalis

por Agricultando, em 05.04.09

Este texto foi publicado no dia 5 de Abril de 2009, na revista "Mais" do Diário de Notícias. O physalis na Madeira é conhecido como tomate lagartixa. Na costa norte é designado por tomate barrela e nos Açores chamam-no tomate capucho, uma vez que o cálice (termo botânico para definir o conjunto das sépalas) envolve uma baga de cor alaranjada, lembrando um capucho. Na Região, é comum vê-lo nas paredes dos poios, por entre as pedras de basalto, considerando-se uma planta herbácea subespontânea, dada a facilidade em propagar-se. Prefere zonas soalheiras, podendo encontrar-se na vertente sul, do litoral até aos 500 metros de altitude e na encosta norte da ilha até aos 180 metros de altitude. Quanto à fitossanidade é uma espécie rústica, isto é, resistente a pragas e doenças, estando ajustada ao modo de produção biológico. A colheita decorre na Primavera e no Verão, conforme a localização geográfica, a altitude e as condições climatéricas locais. Segundo a obra "Fruticultura Tropical – Espécies com frutos comestíveis" do Professor Doutor José Eduardo Mendes Ferrão, o tomate lagartixa é oriundo da América do Sul, mais concretamente da região andina, caracterizada pelo clima subtropical. É muito cultivado na Colômbia e na Bolívia, estando actualmente presente em todos os continentes. A África do Sul é um dos países onde a cultura está ambientada, sendo muito apreciada quer em fresco, quer em transformado. Na Europa, é produzido no sul e em Portugal, nos Açores e na Madeira e, pontualmente no continente. Este fruto tem um potencial enorme, quando é confeccionado como um delicioso "doce" ou compota, um refrescante gelado ou um licor de aroma e sabor ímpares. O "Elucidário Madeirense" do Pe. Fernando Augusto da Silva e Carlos Azevedo de Meneses, já sublinhava as suas qualidades gustativas e de transformação excepcionais, nomeadamente o "doce", por ser “muito saboroso”. O physalis é muitas vezes aproveitado para ornamentar pratos devido ao pormenor do capucho, dando-lhes um toque de requinte. Noutros tempos, era habitual na Madeira, usar-se a baga quando estava verde, esmagando-a e misturando com outras ervas para "corar" (tornar as roupas mais brancas) os lençóis e outra roupa branca, bem como na fiação do linho. Em 1998, realizaram-se ensaios de adaptação de variedades desta espécie com sucesso, na Divisão de Fruticultura da Direcção Regional de Agricultura. Em suma, a Região possui excelentes condições de cultivo para o tomate lagartixa, devendo o seu plantio ser incentivado, por ser rentável para o agricultor. É pois, mais uma oferta exótica de perfume e paladar distintos para o residente e para o visitante, que o podem provar ao natural ou em tentadores derivados.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:17


33 comentários

Sem imagem de perfil

De Rabiçais a 10.04.2009 às 19:14

Amigo Leça,
Tenho montes deles no quintal pois o Physalis cresce em qualquer lado e... é mesmo bom, eu e a milha filhota somos doidos por essa tropicalidade ...
Mais uma informação adicional, que tem a ver com o preço que outro dia via numa superfície comercia - 12 euros o kg!
Abraço e... continua com este fabuloso blog!
Sem imagem de perfil

De Rabiçais a 10.04.2009 às 19:17

Só mais uma coisa, obrigado pelo link do mês ser o devaneios ao serão, mas acho que foste longe demais... há coisas melhores :-)
Aquele abraço amigo!
Imagem de perfil

De Agricultando a 11.04.2009 às 14:34

Caro Rabiçais,
Obrigado pela tua visita a este cantinho da blogosfera . Fico contente por saber, que tu e a tua filha adoram physalis. É um fruto fantástico!
Quanto a um dos links do mês ser o "Devaneios ao Serão", serve também para jogar com o outro link do mês (Portugal Institucional).
Que belo contraste!
;-)
Um abraço e uma Páscoa Feliz!
Sem imagem de perfil

De rui goncalves a 12.10.2012 às 16:35

boa tarde
gostaria de comprar um ou dois pés da planta physalis.

967114730
Sem imagem de perfil

De Graciete a 16.04.2009 às 09:46

Amigo Leça,
Com este artigo, não tenho dúvidas que contribuiste para que se dê um passo em frente na diversificação da produção agrícola. E é um dos caminhos que terão de ser explorados e seguidos.
De facto, o tomate de capucho, como vulgarmente o designo, tem um produção bastante elevada e é um fruto muito apreciado. A sua compota é comercializada nos Açores, aparecendo à venda nas casas de produtos regionais, a par de outros.
Espero que a tua boa sugestão, colha interesse na Madeira.
Continua com os teus bons artigos, em prol da nossa agricultura, e eu ... sou uma leitora assídua.
Bjs
Imagem de perfil

De Agricultando a 16.04.2009 às 21:15

Graciete,
Obrigado pelas tuas palavras. Os Açores há anos que aproveitam as potencialidades deste fruto, quer em compota, quer em licor. Por cá, faz-se compota (ou doce como chamamos na Madeira) e há quem o utilize para pudim ou gelado. É uma planta que está presente na natureza, que se desenvolve com facilidade, sem grandes cuidados por parte do homem. E como diz o Jorge, ao preço que o physalis importado está a ser vendido, 12€ ao quilo, é de apostar, pois são bem poucas ou nenhumas, as culturas que são tão bem remuneradas.
Beijinhos
Sem imagem de perfil

De jose marques a 24.04.2009 às 08:51

Sou muito apreciador deste fruto. Convido a visitarem o meu site. www.physalisworld.webs.com
obrigado
Imagem de perfil

De Agricultando a 24.04.2009 às 21:33

José,
Obrigado pela visita a este blogue. Já visitei o seu sitio. Vejo que é um entusiasta do physalis. Continue!
Sem imagem de perfil

De BastoVilla a 30.10.2010 às 13:14

Olá Joaquim,

Parabéns pelo artigo sobre esta fruta extraordinária.

A empresa BastoVilla começa a comercializar Doce de Physalis a partir de 1 de Dezembro de 2010.

Doce e produção artesanal vendido em frascos de 270g.

Obrigado,
BastoVilla
Imagem de perfil

De Agricultando a 30.10.2010 às 15:12

Obrigado pelas vossas palavras e desejo os maiores sucessos de vendas do Doce de Physalis. Já agora, de que zona do país é que são? Cumprimentos.
Sem imagem de perfil

De BastoVilla a 01.11.2010 às 16:50

Obrigado pela força,

A empresa está situada no Porto.

Qualquer coisa que precise é só comunicar.

Começamos oficialmente a comercialização no mês de Dezembro.

Obrigado,
BastoVilla
Sem imagem de perfil

De BastoVilla a 30.12.2010 às 14:17

Olá Joaquim e todos os leitores do blog...

A BastoVilla iniciou a comercialização do seu doce este Natal, com uma enorme aceitação.

Podem, por exemplo, encontrar o Doce de Physalis BastoVilla na Wine O'Clock de Matosinhos e de Lisboa.

Podem também procurar-nos no facebook:
http://pt-pt.facebook.com/pages/BastoVilla/128540003868227

ou passar no nosso site:
www.bastovilla.com

Obrigado a todos e um grande 2011...
BastoVilla
Imagem de perfil

De Agricultando a 30.12.2010 às 14:58

Caros Amigos,

Permitam-me tratá-los como tal, mesmo que não nos conheçamos (ainda). Já aderi à vossa página do facebook e só posso desejar-vos os maiores sucessos para a vossa empresa. Porque o physalis merece ser conhecido e consumido. A nossa saúde agradece!
Terei todo o gosto em visitar-vos pessoalmente. Penso ir ao continente em Março ou Junho de 2011 e há já 2 anos que não vou ao norte do continente. Está na hora!
Grande Abraço e bem-hajam!
Sem imagem de perfil

De Ricardo Aranha a 06.01.2011 às 23:54

Boa noite. Sou estudante do ensino superior e estou a fazer um trabalho sobre physalis, mas a informação é um pouco escassa. Gostaria de saber se me pode dar a informação de empresas que produzam ou transformem o physalis, para além da bastovilla. Parabens pelo artigo, é muito importante divulgar um fruto com as caracteristicas do physalis. Há que apostar mais na sua produção.

Saudações

Ricardo Aranha
Imagem de perfil

De Agricultando a 07.01.2011 às 10:59

Caro Ricardo,
Obrigado pelas suas palavras. Qual é o seu curso?
A região portuguesa que mais investigação e conhecimento tem realizado, são os Açores, em especial na Ilha de São Miguel. Faça uma pesquisa na página do Governo Regional dos Açores ou da Secretaria Regional de Agricultura e Florestas e obterá os contactos dos Serviços de Desenvolvimento Agrário, que têm efectuado diversos estudos sobre este fruto tão especial, o physalis.
Felicidades para o seu curso e Feliz 2011!
Sem imagem de perfil

De Ricardo Aranha a 07.01.2011 às 13:58

Agradeço imenso a sua atenção. Estou a tirar o curso de engenharia alimentar na escola superior agrária de coimbra. tinha pensado, em conjunto com o meu grupo em estruturar um plano de negocios mas na ilha da madeira, pois um dos elementos do meu grupo é madeirense e permite-nos ter facilidade na obtenção de terrenos. Obrigado por tudo vou tentar obter mais informações então.

Um grande abraço!
Sem imagem de perfil

De luis a 28.02.2011 às 23:05

ola ricardo contacta-me que tenho muita informação sobre Physalis peruviana.

Estou a iniciar um projecto de produção comercial.

contacta-me para phisalisperuviana@gmail.com ou visita o meu blogue - http://physalisperuvian.blogspot.com/

Atentamente
Luis Manso
Sem imagem de perfil

De luis a 28.02.2011 às 23:11

Malta para quem queira comprar sementes de physalis peruviana, gojis, grandadilhas ou tamarilhos. contactem-me para phisalisperuviana@gmail.com ou visitem o meu blogue - http://physalisperuvian.blogspot.com/

Parabéns pelo site e boa continuação.

Sem imagem de perfil

De Emanuel Silva a 26.06.2012 às 16:27

Concluí o trabalho sobre a physalis, concretizou algum projeto, gostariamos de saber mais sobre isso... Estamos a estudar o produto e o mercado.
Sem imagem de perfil

De cristina a 17.05.2011 às 12:43

Gostei mt de tudo o que li e gostava que me ajudassem pois ando à procura de mais informação pois estou desempregada e vou enveredar por criar o proprio emprego, na area da criação de frutos como o mirtilo e aphysalis. Para o mirtilo já reuno tudo o que necessito, mas da physalis ainda pouco tenho, e precisava saber quem comercializa, ou se existe uma especie de cooperativa que faça o escoamento do fruto.
Imagem de perfil

De Agricultando a 25.06.2011 às 22:38

Estimada Cristina,
Obrigado pela visita a este blogue. As minhas desculpas pelo atraso na resposta. Antes de mais, gostaria que me indicasse a região onde vive. Dessa forma, poderei encaminhá-la melhor.
Aguardo notícias suas.
Sem imagem de perfil

De cristina a 17.05.2011 às 12:44

Gostava que me dessem a informaçao para o meu mail
cristina_couto@live.com

Obrigada a todos e continuaçao de tudo de bom.
Sem imagem de perfil

De Jose Arnaldo a 17.10.2011 às 14:44

Olá, Amigos e Amantes do PHYSALIS. Convido vocês a conhecerem meu blog:
www.oganicoscolibri.com.br

Lá vocês encontrarão muitas informações e recitas.

Sem imagem de perfil

De JOSE a 27.02.2012 às 21:54

GOSTEI DO QUE JA LI ATE AGORA SOBRE PHYSALIS. TO INTERRESSADO EM COMECAR UM PLANTIO DESTA FRUTA NO NORTE DO PARANA . PODE ME DIZER SE O CLIMA E A TERRA SAO APROPRIADO PRA ESTA PLANTA . E TBV. COMO CONSEGUIR TDS AS INFORMACOES POSSIVES PARA QUE EU POSSA INICIAR NESTA AREA. E TB. COMO CONSEGUIR MUDAS OU SEMENTES E TECOLOGIA .
SDS JOSE
Imagem de perfil

De Agricultando a 01.03.2012 às 21:21

José,

Agradeço o seu comentário e a visita ao meu blogue.
O physalis é uma cultura versátil que se adapta a climas subtropicais a temperados. No seu caso e como vive no Brasil, sugiro que faça uma pesquisa mais pormenorizada, no sentido de encontrar empresas que possam fornecer sementes e informação sobre a cultura.
Cumprimentos.

Comentar post


Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Calendário

Abril 2009

D S T Q Q S S
1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930


Posts mais comentados


Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2007
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Número de visitas | Desde 14 de Outubro de 2007

80.000 visitas alcançadas a 9.4.2015!